ninguém

janeiro de 2017

Residência artística proposta por Bruno Moreno, Isabella Gonçalves e Renato Sircilli dentro do contexto TeresinaTohoku.

Compartilhamento público 

 

ninguém

 

Experimenta possibilidades de abandono de si para tocar a ideia de fim do indivíduo.

 

Duas pessoas entram em um acordo de desproteção pelo desejo de alcançarem um corpo que se permita agir para nada. Uma tentativa de abandonar o que se é.

 

Dar as costas para o mundo em busca do milagre de se tornar ninguém.

imagens Maurício Pokemon